Como remover descolorações? Dicas e conselhos úteis

Sardas, cicatrizes, manchas, descolorações. Muitas mulheres sofrem com tais imperfeições. Durante o verão, todas essas imperfeições podem piorar ou formar imperfeições novas. Por esse motivo, logo com o último raio de sol, vá ao salão de beleza para um tratamento de clareamento da pele. Qual deles será melhor para você?

De onde vêm as descolorações?

Normalmente, elas vêm depois de longos banhos de sol. O sol estimula os melanócitos – células da pele responsáveis pela pigmentação. Descolorações também são um resíduo após uma acne persistente ou outras doenças de pele. Manchas são criadas como resultado de um distúrbio hormonal e ingestão de algumas medicações. Mesmo cosméticos e tratamentos em salão de beleza podem levar a manchas escuras na pele. Existem os seguintes tipos de descolorações: sardas, lentigo, melasma, descolorações e manchas pós-acne, que aparecem após o contato da pele com substâncias fotossensíveis. Felizmente, a maioria das descolorações e cicatrizes pode ser removida por conta própria ou pelo dermatologista.

descolora-ccedil-otilde-es.jpg

Remoção de descolorações pelo dermatologista ou esteticista

Um médico ou esteticista experience, com a ajuda de equipamento especializado e os cosméticos certos, pode remover completamente ou apenas clarear descolorações. O retinóides são a substância clareadora mais conhecida. Suas propriedades se baseiam em interromper a produção de melatonina. O tratamento com essa substância deve levar até 3 meses. O uso de ácido azelaico também é uma ótima solução. Essa substância ajuda contra descolorações, que são um resíduo pós-acne. Cuidado: o uso de ácido pode causar formigamento e vermelhidão. Grandes mudanças de pigmentação podem ser removidas com tratamento com ácido glicólico ou ácido kójico. Quanto maior a concentração de tal substância, melhores serão os resultados do tratamento. Lembre-se que apenas uma pessoa qualificada pode fazer o tratamento com o uso de ácidos.